Sábado, 8 de Janeiro de 2011

Boa tarde, desculpe estar a incomodar mas tenho uma série de questões a fazer-lhe...

Boa tarde, desculpe estar a incomodar mas tenho uma série de questões a fazer-lhe e não sei se será oportuno ou não faze-las por e-mail. A verdade é que sou muito nova, tenho apenas 22 anos, recém licenciada, larguei toda a minha vida na minha cidade (...) e vim para ... trabalhar á cerca de dois meses. Sei que infelizmente não tenho condições monetárias para fazer as cirurgias que pretendia, mas mesmo assim pergunto-lhe pois assim ficarei a saber melhor quanto custa aquilo que quero. Não me considero uma pessoa feia de cara, mas tenho um corpo um pouco feio, ou melhor sou gorda, sou mesmo. À cerca de 10 meses atrás perdi 7 kg numa semana por motivos pessoais, entretanto já os ganhei inclusive ainda mais. Sou baixinha tenho 1.58m e neste momento devo estar já a pesar cerca de 68/69kg. Estou horrivel para aquilo que já fui, e inclusive a minha autoestima está tão em baixo que já me tentei suicidar por ter o meu corpo assim. Sempre tive ancas muito largas, daí sempre ter tido o sonho de fazer uma lipoaspiração, agora mais ainda. A unica coisa que ainda posso agradecer a Deus é ter corpo de "pera" onde tenho uma cintura muito acentuada, no entando, visto que estou a trabalhar num escritorio estou sempre sentada e desde que cá estou já notei que o meu abdomen se encontra muito diferente. Daí também gostar de saber o preço da abdominoplastia. Vi o seu blog a dizer que faz as duas cirurgias juntas, diga-me por favor em quando fica isso?

Posteriormente gostaria de lhe perguntar quanto custa também uma mamoplastia de elevação, pois tenho o peito muito grande e dado ao meu "engorda/emagrece" anual (sim porque isto acontece-me constantemente) tenho o peito muito descaído e também muito pesado (sem contar que os meus mamilos não são salientes, simplesmente tenho um "buraco" lá). Sinto-me deveras envergonhada por estar a escrever estas coisas, mas o Dr. já deve estar familiarizado com este tipo de situação. Odeio toda a minha vida, e o meu aspecto fisico é um dos pontos que me estraga toda a auto-estima e todo o amor próprio. 

Já pensei em pedir no hospital ou noutro lado uma "ajuda" para esse tipo de cirurgia, mas visto que não sou obesa, ninguém ma fará. Mas o doutor sabe de alguma forma em que eu possa fazer essas cirurgias sem pagar os preços habituais? 

Peço imensa desculpa estar a fazer perder o seu tempo, e agradeço imenso que tenha lido o meu e-mail.

 

 

Li com atenção o seu email e identifico problemas de ordem distinta: um morfológico e que diz respeito ao seu tipo constitucional, peso, altura e forma. Outro emocional: baixa auto-estima e vergonha do seu "aspecto físico". A ideia que tem como determinante é que o primeiro condiciona o segundo e assim se fizer uma lipoaspiração das coxas, uma abdominoplastia e uma mamoplastia então os seus problemas afectivos serão resolvidos. Mas infelizmente a minha experiência diz-me que não é assim e surgirão outras causas que procurará tratar do mesmo modo. E a consequência serão inúmeros procedimentos cirúrgico sucessivos para "tratar" problemas do foro afectivo e psíquico.

Com isto não entenda que estou a desvalorizar as suas queixas, pelo contrário. Mas para a ajudar tenho que fazer esta "dissecção"!

Passando á frente, a minha primeira proposta não só não passa pela cirurgia com também é muito acessível em termos financeiros. E tem uma grande vantagem: depende absolutamente de si!

Tem que aproveitar as cosas boas que estão a seu favor e mudar os seus hábito de vida. Tem que sair da sua zona de conforto e enfrentar os seus temores. Mas de um modo organizado e hierarquizando os problemas e as soluções.

Primeiro: aproveitar estar a trabalhar e numa cidade nova, e começar a organizar o seu dia em função de si- o trabalho faz parte de si, mas não é exclusivo. Procure organizar o seus dias arranjando tempo para fazer exercício físico intensidade progressiva( andar a pé não é suficiente para si, nem para ninguém com 22 anos). Organize as suas refeições de modo a não comer o que "aparecer". Estabeleça metas aceitáveis primeiro vou perder 5 kg, depois mais 3, mais 2...até atingir o seu peso ideal que andará pelos 56-58kg. Não fuja da balança que é mais sua amiga do que parece. Controle o seus excessos, sendo que ir regularmente á balança ajuda.

Mas mais importante que tudo, pense positivo, veja quais as vantagens que tem e como alcançar os seu objectivos.

A cirurgia plástica pode aajudar e pelo que descreve até bastante, mas não neste ponto. Agora só a iria prejudicar, pois a impediria de mudar as coisas que estão erradas e que a trouxeram a este ponto, de um modo proactivo e construtivo.

Se esta respostas soua a paternalismo peço desculpa, mas é isto que realmente penso sobre situações como a sua, e caso entenda necessário estou disponível para a ver na minha consulta e ajudá-la a orientar a solução dos seus problemas.

Espero que 2011 seja um ano de mudança e BOM.

publicado por Francisco Falcão de Melo às 10:46
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: franciscofmelo@sapo.pt

Pesquisar

Posts recentes

drfranciscodemelo.com

Some Q&A about Body Dimor...

What is the difference be...

Look forward to yesterday...

Depois da gravidez

Sofri um acidente domésti...

Tenho uma filha com ....q...

Eyelid Cosmetic Surgery (...

Lipoaspiração e gordura l...

Tenho feito alguns tratam...

Arquivos

blogs SAPO

Subscrever feeds