Segunda-feira, 23 de Março de 2009

Tenho 44 anos, fiz redução mamária...

 Tenho 44 anos, fiz redução mamária a 23/01/2009, devido a flacidez, hipetropia bilateral e problemas de coluna.

 


Duante a cirurgia, houve uma pequena hemorragia; confirmada pelo cirurgião.

Quando acordei, verifiquei que tinha o seio esquerdo visivelmente maior que o direito.

Fiquei com hematoma na parte inferior do braço esquerdo, até ao cotovelo, o qual foi desaparecendo.

Passados uns dias apareceu grande hematoma no seio esquerdo; visivelmente negro, duro e maior que o direito.

Estou a fazer fisioterapia, programada para 1 mês, aliada a medicação.

neste momento estou muito melhor; o seio não está negro, está mais mole, mas ainda tem hematoma (mais reduzido).

A grande questão prende-se com o facto de que não estou satisfeita com os resultados, apesar de saber que não são os definitivos; mas o que é que vai mudar? O tamanho não muda?

Mas quanto ao tamanho, o médico só retirou as peles... a configuração da mama com hipetrofia nas laterais, ainda cá está... os seios estão "largos", , passei do tamano 36B para o tamanho 34B, hoje até comprei um 36A.

O Dr. aconselhou o tam 34 e que só era necessário retirar peles ao que eu frisei que não queria só retirar peles, mas também reduzir substâncialmente.

Houve uma falha da parte do médico, porque agora sei que teriamos que falar melhor sobre o tamanho desejado, como acordar o tamanho e a copa. Comprei o tamanho 32 e mostrei antes da cirurgia...

Acho que a complicação durante a cirurgia não ajudou, porque eu tb lhe tinha pedido para retirar nódulos e não foram retirados; facultei-lhe o relatório da mámografia...é um cirurgião novo, não tem muita experiência...inclusive, não fez reposição do sangue perdido, deu-me alta e no hospital, tive que receber sangue, pois a hemoglobina estava a 7,7 quando antes da cirurgia estava a 13,3; não me sentia bem por isso resolvi ir ao hospital.

(não fiz via particular, deram-me á escolha 3 hospitais e uma clinica e devido ao factor distância, escolhi uma clinica.)

O seio esquerdo sempre foi maior, devido a hipetrofia mais no quadrante esq. e talvez aos nódolos... continua maior.

Os mamilos não estão bem colocados; o esquerdo está um pouco mais abaixo que o dto; o direito, tem na parte superior um género de pele a mais, que parecia indicar ter liquido para drenar, mas continua igual e a fisioterapeuta já disse que não é liquido, nessa zona, o mamilo não está redondo; ao coser, apanhou um pouco mais do mamilo.

Os mamilos não estão redondos; têm irregularidades.

Mas estas questões, eu ultrapasso, não aceito o tamanho... estou bastante depressiva, nervosa, sinto um nó na gargante.... tanto sofrimento para quase nada...

 Não consigo aceitar este tamanho .... queria o tam 32B.

 Há possibilidade de nova cirurgia de redução? Quando posso fazer nova cirurgia? Quais são as implicações?


 

Deve colocar todas estas questões ao seu médico e procurar com ele as soluções para os   diversos problemas. 

Mas o facto preponderante que ressalta da sua exposição é o de que o seu médico está a tratar as intercorrências e por prioridades. Não é possível avaliar as simetrias de tamanho, forma, e da posição dos mamilos sem antes procurar resolver os hematomas. O meu conselho é o de que trabalhem em conjunto de modo a poder resolver a sua situação. Tal só é possível se tiver confiança na pessoa que iniciou e continua o seu tratamento. Mesmo um pós-operatório que evolua normalmente, é normal existirem assimetrias e alterações de forma e volume nos primeiros 6 meses. Aliás é o esperado!

publicado por Francisco Falcão de Melo às 07:34
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De sandra a 8 de Novembro de 2010 às 22:07
boa noite..
tenho o peito muito grande 44/ 46 e peso 60kg, porque sou alta . pedi a medica para fazer uma reduçao mamaria,porque sinto me desconfortavel e doem imenso a coluna. a medica mandou me para o hospital de coimbra para ter uma consulta c/ medico de cirurgia plastica, ele apenas tirou algumas fotos e fez a minha massa muscular.dize que tinha que esperar 15 dias..terei alguma hiptse de fazer essa operaçao??ou nao tenho o peito sufecientemente grande?
agradecia resposta.
obrigada
De Francisco Falcão de Melo a 10 de Novembro de 2010 às 08:08
Não sei, mas se ficou inscrita na lista de espera para a cirurgia poderá ter. Quanto a ter o peito suficientemente grande, é um factor que não deve constituir o critério principal. Tem a haver com a desproporcionalidade e com as queixas que tem.
Contudo os critérios para inscrição na lista de espera são definidos pelo o Hospital.
De Sandra a 15 de Março de 2011 às 16:00
Boa Tarde, tenho 36 anos e um peito mt grande,meso 1.62, e tenho grandes dores de colunas.Tenho A.D.S.E, E SEGURO DE SAUDE.
Gostaria de saber se com a A.D.S.E, fazendo a operação num hospital particular como,(Hospor, de Setubal), pagaria alguma coisa pela cirurgia.E claro, quero ter boas referências do médico.
De Francisco Falcão de Melo a 16 de Março de 2011 às 23:19
A ADSE não comparticipa cirurgia estética. Contudo se tiver uma mama muito grande e com repercussões funcionais e patológicas, a cirurgia poderá ser enquadrada num âmbito não puramente estético. Aí poderá ser comparticipada pela ADSE mas não a 100%.
Existem Hospitais com acordo com a ADSE e será junto deles que pode ter mais informação.
De Maria Soares a 12 de Maio de 2011 às 01:23
Olá:

Fiz redução mamária há nove meses atrás. Não tive na cirurgia qualquer problema, pelo menos que me apercebesse. Estive internada uma noite com drenos e vim logo embora para casa. O pós operatório foi bastante incómodo e algo doloroso. estive sem poder deitar-me três semanas. Dormia sentada...
Bem, mas ultrapassada essa fase, o meu desânimo neste momento é que fiquei com o peito muito grande. Apenas levantou e não retirou o que tinha a mais. Continuo com o peito grande, mas agora com cicatrizes enormes e que ainda estão muito vermelhas e salientes. O que aconselho a quem pense fazer redução mamária é que veja muito bem com o cirurgião todos os pormenores... faça todas as questões... converse bem sobre o tamanho... Fiz a pagar à minha custa, numa clínica privada e com um conceituado cirurgião... e mesmo assim estou muito triste com o tamanho... muito triste mesmo... visto os mesmos soutiens e de roupa ainda parece maior do que era antes... pensem bem antes de operar...
é este o meu testemunho... não acreditem em publicidade enganosa das clinicas em que mostram tudo como muito fácil e perfeito...
De Francisco Falcão de Melo a 16 de Maio de 2011 às 09:56
Estou de acordo consigo. Independentemente do médico que é consultado, independentemente do sistema a que recorre ( privado ou público) deve procurar que as suas questões e duvidas sejam devidamente esclarecidas, antes de enveredar por qualquer tratamento, seja ele médico, cirúrgico , de ordem estética ou não.
De Vanessa a 25 de Novembro de 2011 às 09:13
Ola tenho 19 anos , tenho 1.54 e tenho os seios muito grandes , que me causa muito problemas , em Maio deste ano recebi a carta para a primeira consulta do dia 3 de Janeiro de 2012, para o Hospital Santo Silva em Vila Nova de Gaia , estou muito anciosa não sei como funciona depois dessa primeira consulta, séra que eu vou consiguir fazer a cirurgia? quanto tempo depois dessa consulta eu vou ter que esperar novamente?
obg,
De Francisco Falcão de Melo a 6 de Dezembro de 2011 às 23:31
Penso que só depois da consulta poderá saber o que pretende. por isso tenha a certeza que faz a s perguntas todas para poder ter respostas adequadas. Sugiro que vá fazendo uma lista para poder aproveitar esta oportunidade .
De catia a 2 de Fevereiro de 2012 às 19:43
ola tenh 17anos e gostaria de fazer essa operaçao acha que posso fazer^?^
De Francisco Falcão de Melo a 6 de Fevereiro de 2012 às 11:55
Pode. É uma questão de ir a uma consulta para poder ter a informação necessária para poder ter uma decisão consciente e informada. Uma vez que é menor, sugiro que vá acompanhada pelos seus pais, embora na primeira consulta não seja fundamental. Mas para poder ser operada tem que ter a autorização expressa dos seus Pais ou tutores legais

Comentar post

Dr Francisco Falcão Melo

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa, fez o Internato Complementar em Cirurgia Plástica e Reconstrutiva nos Hospitais Cívis de Lisboa. Actualmente é Assistente Graduado sendo o responsável pelo Serviço de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva do Hospital Militar Principal. Membro da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética, da Sociedade Portuguesa de Cirurgia da Mão e da Sociedade Portuguesa de Queimaduras.Exerce a sua actividade privada em Lisboa e em Leiria.

Envie a sua questão

As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: franciscofmelo@sapo.pt

Pesquisar

Arquivos

Temas

todas as tags

Ligações

blogs SAPO

Subscrever feeds